Quer saber se o pão de queijo Forno de Minas Assado e Congelado vale a pena? Eu descobri este item no supermercado dia desses e agora corro o sério risco de falir.

Eu não nasci em Minas Gerais, mas sou completamente viciada nesta iguaria mineira desde que me conheço por gente. Era a criança mais feliz do mundo quando meu pai chegava com um pacotinho cheio de pão de queijo quentinho. Se bem que… acho que pão de queijo e coxinha de frango são duas coisas sem as quais não consigo viver sem.

Por várias vezes eu tentei fazer pão de queijo em casa sem sucesso. Desisti. Não quis mais gastar dinheiro nos ingredientes e acabar desperdiçando tudo. Desde então sempre comprei as versões congeladas.

Só que é tempo para aquecer o forno, depois tempo para esperar o pão de queijo ficar pronto. Nessa brincadeira era necessário esperar quase uma hora.

Só que parece que o pessoal da Forno de Minas ouviu meus pedidos.

Outro dia andando pelo supermercado eu dei de cara com isso:

Pão de queijo Forno de Minas Assado e Congelado

Eu sei, pode ser que na sua cidade você já tenha encontrado. Mas eu moro na roça e é bem difícil as novidades aparecem por aqui.

O que achamos do pão de queijo Forno de Minas Assado e Congelado

De início pensei: Já tá assado e foi congelado. Deve virar uma borracha depois de ir ao forno. E será que bastam cinco minutos mesmo?

Mordi minha língua em todas as questões. Depois de aquecer o forno por 15 minutos, os pães de queijo só precisam mesmo de cinco minutos para ficarem prontos. A casa é ligeiramente invadida por aquele aroma maravilhoso e minha ansiedade agradece.

Pão de queijo Forno de Minas Assado e Congelado
Pão de queijo quentinho… servidos?

Pãozinho de queijo pronto em cinco minutos? Aprovadíssimo! Portanto, se você encontrar na sua cidade, pode comprar sem medo. O pão de queijo Forno de Minas Assado e Congelado vale cada centavo. É meio caro, mas tempo é dinheiro. Paguei R$10,90 e cada pacote vem em torno de 12 unidades.

Se o pessoal da Forno de Minas quiser enviar mais alguns pacotes pra gente, estamos aceitando!

Deixe um comentário